Página principal

 Esta é a Armênia — a terra de mil segredos e a casa ancestral de memórias humanas.

As raízes de uma cultura peculiarmente armênia remontam a séculos, tornando-se uma ponte única entre civilizações e povos.

 A fé invencível e o espírito firme da nação armênia ajudaram-na a ocupar um lugar especial no tesouro do patrimônio cultural mundial.

Onde fica a Armênia?

 O país está localizado na porção norte da Ásia Ocidental, no Planalto Armênio. Faz fronteira ao norte com o Cáucaso e a bacia do Mar Negro, a leste – com o Irã, a sul – com a Mesopotâmia e a oeste – com a Ásia Menor.

“Platô Armênio” é um termo geográfico. Nesta terra ocorreu a formação da nação armênia e onde sua história é feita.

A República da Armênia, a República de Artsakh, bem como a parte dos territórios da Turquia, Irã e algumas outras regiões adjacentes do Azerbaijão e da Geórgia estão presentes no Platô Armênio.

Quem são os armênios?

Os armênios são a nação mais antiga que surgiu e se formou na Ásia Ocidental no território das Terras Altas da Armênia no século VI aC. Eles pertencem ao tipo armenóide da raça ariana (Europid). A língua armênia pertence à família indo-européia.

Os armênios passaram por todas as formações do desenvolvimento da nação, das sociedades comunais primitivas ao capitalismo e socialismo, e criaram seu próprio estado. Os mais difíceis testes históricos forçaram os armênios (cerca de 14 milhões) a se estabelecerem em quase todo o mundo.

A cultura armênia é diferente?

Instagram (https://www.instagram.com/p/CIlnpA2sRxJ/?igshid=ocqmg8qhgrl8)<br /> @nar3k

 A cultura armênia é um sistema complexo e flexível. Aqui, as tradições ancestrais do povo armênio foram combinadas com elementos das civilizações do Oriente Médio e do cristianismo oriental. As pessoas com quem os armênios mantinham contato direto também tinham uma influência especial.

 A cultura dos armênios é única. Por motivos históricos, desenvolveu-se não só na sua pátria, mas também na diáspora, onde uniu e preservou a identidade da nação pela língua, pelas tradições e pela fé.

                                                                                                                        /Photo: nar3k /             

Que caminho histórico percorreram os armênios?

 A história do povo armênio abrange quase cinco mil anos. Seu núcleo foi a história do Estado armênio.

 As peculiaridades da posição geográfica tornaram a Armênia envolvida em muitos processos mundiais importantes. As rotas econômicas e militares mais importantes que conectam o Oriente e o Ocidente passam pelas Terras Altas da Armênia. Uma posição tão favorável atraiu vários conquistadores. Alguns deles tiveram uma influência desastrosa, mas não puderam quebrar a fé invencível e a força espiritual da nação.

Quantos anos tem o estado armênio ??

A consolidação de formações rudimentares de estado nas Terras Altas da Armênia ocorreu nos séculos XV– XII AC. Desde o século Х, o mais antigo estado armênio unido, o reino Ayrarat dos Aikidas, foi formado aqui. Nos séculos IX-IV, o estado armênio à moda antiga do Oriente Médio (Urartu, o reino armênio dos Ervandidas) se desenvolveu, e a partir do século III AC. – Helenística (Grande Armênia dos Artashesids).

Na virada dos séculos III e IV, o reino da Grande Armênia, dos Arshakids, como resultado de mudanças socioeconômicas, foi gradualmente se transformando em uma monarquia feudal. As monarquias feudais clássicas eram o reino dos Bagrátidas e o Estado Armênio da Cilícia.

O estado armênio estava restaurando-se após um hiato de mais de cinco séculos, como um dos resultados da Primeira Guerra Mundial. Em maio de 1918, nasceu a República Armênia. Estabelecido um governo parlamentar. Em dezembro de 1920, ocorreu a sovietização da Armênia …

Knkush отправил(-а) 5 февраля
Após a proclamação da independência em 23 se setembro de 1991, adotou-se o presidencialismo. Em 2018, a República da Armênia tornou-se, de novo, parlamentarista.

Em 2 de setembro de 1991, proclamou-se a República de Nagorno-Karabakh (Artsakh). A forma republicana foi adotada no segundo estado armênio, não reconhecido pela comunidade internacional.

REPÚBLICA DA ARMÉNIA

ARTSAKH

©2013-2021, ostarmenia.com, “CULTURAL CENTER OF THE EAST” NGO